Notícias

DME Distribuição participa de Pesquisa de Satisfação promovida pela ABRADEE

Consumidores serão entrevistados entre os meses de fevereiro e março

A Associação Brasileira de Distribuidores de Energia Elétrica (ABRADEE), através da Innovare Pesquisa, dará início a partir do dia 24 de fevereiro até 12 de março, à pesquisa de campo referente ao Prêmio ABRADEE 2018. 

Os entrevistadores participaram de treinamento prévio para a realização das entrevistas, que têm duração aproximada de 40 minutos, e estarão devidamente identificados, com crachá e colete próprios da pesquisa.

Em Poços, serão aplicados 400 questionários, os consumidores são selecionados por amostragem. Importante destacar que as distribuidoras têm acesso ao resultado final consolidado, ou seja, não é divulgada a resposta individual de cada um dos entrevistados.

A pesquisa é realizada desde 1999 e visa identificar o nível de satisfação do consumidor em relação aos serviços prestados pela distribuidora que o atende. A partir dela são gerados índices que permitem a comparação dos resultados alcançados entre todas as distribuidoras associadas à ABRADEE.

Por isso, pode-se dizer que o Prêmio funciona como um estímulo para a melhoria da gestão, pois leva em consideração o desempenho da empresa em diversas áreas, somado às respostas obtidas junto aos consumidores.

Histórico

A DMED foi premiada nas edições de 2004 e 2005 do Prêmio ABRADEE. O mais recente foi em 2015, quando foi vencedora do Prêmio ABRADEE Nacional de Melhor Distribuidora entre as empresas com até 500 mil consumidores e, além do prêmio principal, também foi vencedora em outras duas categorias entre as empresas de menor porte, Avaliação pelo Cliente e Gestão Operacional. São prêmios que atestam a qualidade dos serviços prestados e que reforçam o compromisso da concessionária com o Município.

 

 

Quem Somos

As empresas do Grupo DME são: empresas públicas, ou seja, capital 100 % público; constituídas sob a forma de sociedade anônima, pois esta é a única forma societária que permite às empresas terem somente um acionista; e de capital fechado, ou seja, não poderão negociar seus valores mobiliários no mercado, constituídas nos termos da Lei Complementar Municipal n.º 111, de 26/03/2010.

 

Links

Boletim DME

Redes Sociais