Notícias

Saiba mais sobre o compartilhamento de postes

DME Distribuição explica os vários tipos de serviços existentes simultaneamente em postes públicos

As prestadoras de serviços de telefonia, internet, tv a cabo, dependem, muitas vezes, da liberação de pontos de fixação em postes que compõem a rede elétrica, para ampliar e melhorar a cobertura e, consequentemente, atender a um maior número de clientes. O poste sustenta a iluminação pública e conduz os fios que levam energia para diversas partes, portanto, é um ativo da concessão do serviço público de energia elétrica.

Para fixar fios, conforme regulamentação existente, as empresas de telecomunicação precisam de autorização e têm que pagar às distribuidoras de energia. Instalações e manutenções somente podem ser feitas pelas equipes técnicas envolvidas em cada caso. A principal preocupação da DMED é estabelecer regras que propiciem mais segurança para os consumidores. Assim, já foram realizadas reuniões com representantes de várias organizações para readequações, além de vistorias periódicas.

Um dos problemas do compartilhamento de postes, principalmente nos grandes centros, é a existência de vários cabos em um mesmo poste. A quantidade de fios causa má impressão, devido à poluição visual. Por outro lado, destaca-se a existência de um limite de instalações por estrutura, para que não haja riscos aos usuários.

Outro caso bastante comum, é que as redes de telecomunicações são mais baixas e acabam sendo afetadas quando um veículo de grande porte transita por vias inapropriadas ao seu tamanho. Os consumidores continuam normalmente com o fornecimento de energia elétrica, porém, podem ter serviços como telefonia e internet interrompidos. Nesses casos, somente a prestadora do serviço em questão poderá realizar os procedimentos necessários ao restabelecimento.

“Em condições normais, quando há a necessidade de remoção ou troca de postes em determinada localidade, todas as empresas envolvidas são previamente comunicadas, para que tomem as medidas necessárias à continuidade de seu serviço, minimizando impactos aos seus clientes”, esclarece Alexandre Postal, Diretor Superintendente da DME Distribuição.

Quem Somos

As empresas do Grupo DME são: empresas públicas, ou seja, capital 100 % público; constituídas sob a forma de sociedade anônima, pois esta é a única forma societária que permite às empresas terem somente um acionista; e de capital fechado, ou seja, não poderão negociar seus valores mobiliários no mercado, constituídas nos termos da Lei Complementar Municipal n.º 111, de 26/03/2010.

 

Links

Boletim DME

Redes Sociais